Dicas

Você sabe porque o milho estoura e vira pipoca?

Alguns minutinhos no fogo e… pop! Um pequeno floco branquinho e delicioso, surge na panela com aquele cheirinho de pipoca maravilhoso no ar. Mas você sabe porque a o milho de pipoca estoura quando aquecido?

Antes de explicar como está mágica deliciosa acontece, é necessário estudar a estrutura do milho de pipoca e sua diferença do milho verde comum. Separamos aqui, um texto bem completo para que você entenda, de uma vez por todas, como a pipoca funciona. Prepare sua pipoca e vamos nessa:

O que é pipoca

Pipoca, antes de tudo, é um tipo de milho, da espécie Zea mays everta, que expande de um grão aquecido. Assim como ocorre com outros grãos e cereais como Quinoa, por exemplo. A pipoca não estourada é um alimento não perecível e pode durar indefinidamente. Ou seja, quando guardada em recipientes adequados, o milho de pipoca não estraga.

Desde a descoberta da pipoca, o homem desenvolveu diversos diferentes métodos para fazer pipoca. Desde a pipoca de microondas, que geralmente é produzida especialmente para este fim, ou a pipoca para máquinas pipoqueiras automáticas, que utilizam milhos minimamente processados.

Dependendo de como é feita, a pipoca pode ser considera um alimento extremamente saudável.  Além de deliciosa, a pipoca também pode ser usada para outros fins além de alimentação. Como por exemplo em decoração, brincadeiras e até para proteger produtos embalados!

Como o milho de pipoca estoura

Cada grão de pipoca contém uma certa quantidade de água, amido, fibras e óleo. Diferente de outros grãos, a casca externa do milho da pipoca é extremamente resistente e dura.

Porque o milho vira pipoca?

Quando aquecido, o óleo e a água presentes no interior do milho, transformam o grão em um ambiente muito pressurizado. Nestas condições, o amigo do milho amolece e expande a casca, tornando-a menos resistente. Com a pressão e temperatura aumentando, até o ponto limite de aproximadamente 135 psi quando o seu interior chega a 180 °C.

O milho de pipoca estoura com o rompimento rápido da casca, liberando a pressão, expandindo o amido gelatinoso para fora do grão. Liberando a água no estado vaporizado, que rapidamente esfria o amido, que acaba assumindo o formato tão famoso da pipoca.

Veja no vídeo abaixo, como é o exato momento em que o milho de pipoca estoura:

Incrível, não?

Expansão e formato da pipoca

Existem basicamente 3 formatos de pipoca quando estourada: o cogumelo (mushroom), pérola (pearl) ou borboleta (butterfly). O formato que a pipoca toma depende diretamente o tipo de milho e da forma que é aquecido.

Se aquecido rápido demais, o vapor no interior da pipoca pode atingir temperatura e pressão muito altas, fazendo que a casca se rompa antes do amigo no interior do milho ficar gelatinoso. Fato que torna o interior da pipoca mais duro.

Compre Pipoca Online agora mesmoPowered by Rock Convert

Por outro lado, quando aquecida muito devagar, o milho de pipoca pode acabar amolecendo demais e liberando a pressão e vapor de água do interior aos poucos. Fato que vai provocar um volume maior de piruás. Aqueles milhos de pipoca não estourados.

Colheita e armazenamento da pipoca

O milho de pipoca, assim que colhido da espiga, pode até estourar, mas não tão bem. A grande quantidade de água presente na espiga de milho quando o grão é colhido, impede uma boa expansão do amido.

O ideal é armazenar o milho de pipoca fresco por alguns dias para que seque antes de consumi-lo. Geralmente o milho perde de 10% a 15% do seu peso (só de água) neste processo. Mas caso sejam extremamente seco, a quantidade de piruá será maior.

O que é o piruá

Nem sempre o milho de pipoca estoura, neste caso só restam os piruás. Também conhecido como “viúvas” em alguns locais. Geralmente, caso re-hidratados, estes grãos podem até volta a estourar.

Como saber qual é a melhor pipoca

Produtores e revendedores de pipoca consideram 2 principais fatores quando avaliam a qualidade do milho de pipoca. A porcentagem de milhos que irão estourar e virar pipoca, e o tamanho da pipoca quando estourada.

O tamanho da pipoca depois de estourada também é um fator muito importante para os consumidores. Para quem consome, grandes flocos de pipoca tendem a ser associados com um produto de qualidade. Em exemplo disso é o milho de pipoca gourmet da Yoki. 

Os tipos de pipoca diferentes

A variedade de milhos de pipoca é enorme. Os milhos são caracterizados pelo sua variedade de cor, formato do grão e formato quando estourada. Diferente dos milhos, que podem aparecer em diferentes cores, quando estourada a pipoca é sempre branca ou amarelada.

Historicamente, o formato de pipoca de pérola é o mais comum. Sendo que no Brasil, a pipoca mais popular é o tipo A, amarela. Mas em alguns lugares do mundo, e principalmente no EUA, é possível ver outros tipos. Em breve vamos postar algumas receitas e análises de milho de pipoca amarelo, vermelho, azul e preto.

É só ficar ligado no blog! Assine a nossa newsletter e não perca nenhuma novidade do Clube da Pipoca!

Siga o Clube da Pipoca no InstagramPowered by Rock Convert

Comentar